Eleições 2020

Cássio comenta decisão que tornou Ricardo inelegível

“Não há o que se comemorar”

11/11/2020 09h43
Por: Redação
Fonte: Paraíba Online

“Não há o que se comemorar. Justiça tardia não é justiça”.

Essa foi a reação do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), diante da decisão da noite desta terça-feira do Tribunal Superior Eleitoral que tornou inelegível o também ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), após seis anos da disputa que ambos travaram, em 2014, pelo comando administrativo do Estado.

“O povo da Paraíba foi roubado, as robustas provas da Operação Calvário atestam isso”, sublinhou o ´tucano´.

Ainda conforme Cássio, “a eleição de 2014 foi roubada. O governo ilegítimo resultou na quadrilha desbaratada”.

O também ex-senador afirmou que “espero que a Justiça Estadual e Federal não cometam o mesmo erro da Justiça Eleitoral que levou seis anos para constatar os gravíssimos crimes praticados pela quadrilha que ainda hoje comanda a Paraíba”.

– É tudo muito grave para continuar impune. Não é possível continuar fazendo de conta que foi tudo normal na eleição de 2018, como hoje se sabe que em 2014 não foi – sublinhou.

“Que esse triste exemplo de impunidade não volte a se repetir e a Justiça aja de forma célere e julgue os criminosos que roubaram o povo da Paraíba”, finalizou Cássio.